O Varão Valoroso De DEUS

Vamos refletir na experiência vivida por Gideão, o jovem judeu da tribo de Manassés, que foi escolhido por Deus para conduzir o povo de Israel na libertação da opressão implementada pelos midianitas. Nos fatos descritos em Juízes 6 encontramos os passos alçados por Gideão e que um cristão precisa percorrer até tornar-se um “varão valoroso” (esta foi a maneira como o Anjo do Senhor se referiu a Gideão em Jz 6:12).

Um cristão não pode contentar-se com uma função puramente decorativa na Igreja. Precisa dispor-se a fazer parte do seleto grupo daqueles de quem o Senhor não se envergonha de ser chamado Seu Deus e de quem a Bíblia afirma que o mundo não foi digno! (Hb 11:16 e 38).

1º passo: Reconhecer Quem Somos Para Deus. No queixume de Gideão no v. 13, ele afirma que duvidava de que realmente fosse especial para Deus (… se o Senhor é conosco, por que tudo nos sobreveio?). Um varão valoroso de Deus é alguém que descobriu o amor de Deus. Ele sabe que Deus é pelo Seu povo e que nada pode anular o amor dEle (Rm 8:31-39, Dn 3 e 9:20).

2º passo: Descobrir que Deus faz maravilhas. Para Gideão, assim como para muitos “crentes derrotados”, as maravilhas do Senhor se restringiram aos tempos de Moisés (… e onde estão todas as suas maravilhas que nossos pais contaram? v. 13). O varão valoroso é alguém que crê como Davi no Salmo 40:5 Muitas são, ó Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco.

3º passo: Entender que Deus é Justo e Misericordioso. O prazer de Deus é em abençoar seu povo. Porém, nada Ele pode fazer quando este povo prefere percorrer o caminho da desobediência. Gideão ainda não entendia que todo o mal que pairava sobre seu povo era reflexo da apostasia (o Senhor nos desamparou e nos entregou na mão de Midiã). O capítulo 1 de Juízes conta que as tribos de Israel foram desobedientes e o capítulo 2 contém a Palavra do Senhor prevendo as conseqüências sobre o povo. Deus espera que Seu povo escolha serví-lo (Dt 30:19).

4º passo: Cortar todo e qualquer vínculo com o Diabo. A primeira tarefa que o Senhor determinou a Gideão foi de derrubar o altar a Baal e o ídolo de Asera, aos quais a família dele estava ligada (v. 25). A ordem foi obedecida e no lugar onde o inimigo das nossas almas era servido, Gideão erigiu um altar ao Senhor. Este episódio fez com que os asbiezritas apelidassem Gideão de “Jerubaal” (“Baal contenda”). Para ser um varão valoroso de Deus é preciso quebrar toda e qualquer ligação com o inimigo. É preciso restaurar o altar de Deus em sua vida.

O VARÃO VALOROSO DE DEUS E A QUEBRA DOS ALTARES

No capítulo 6 de Juízes, no verso 25, encontramos a ordem de Deus a Gideão para que derrubasse o altar a Baal e destruísse o jardim e o poste-ídolo de Asera, que estavam sob os cuidados de sua família. No lugar destes objetos de idolatria, Deus ordenou que Gideão edificasse um altar, onde sacrificaria em adoração ao Senhor.

O Deus Eterno quer fazer da sua vida um altar de adoração a Ele! Para tanto, é necessário que você derrube os altares de idolatria que tem no arraial de sua vida. A recusa em obedecer a ordem de Deus resulta na impossiblidade de tornar-se “varão valoroso“. Eis os principais altares a serem derrubados:

1º) ALTAR DA REBELDIA: Em I Samuel 15:22, a Bíblia nos informa que “a rebelião é como o pecado de adivinhação, e a obstinação (teimosia) é como a iniquidade de idolatria“. Todo o que insiste em burlar a ordem de Deus se coloca na condição de rebelde. Em I Coríntios 10 o apóstolo nos adverte: “fugí da idolatria“. E o que é esta “idolatria” que persegue os crentes e pode torná-los frequentadores da “mesa dos demônios” (v. 20)? Nada mais que a rebeldia para com Deus. (sugiro que você leia I João 3:3, 4 e 8).

2º) ALTAR DA AVAREZA: Em Colossenses 3:5, a Bíblia manda que nos libertemos das inclinações carnais, dentre elas, “a avareza, que é idolatria“. O avarento também é chamado de idólatra em Efésios 5:5, onde a Bíblia afirma que nenhum avarento tem herança no Reino de Cristo. Em Lucas 16:13 e 14, Jesus menciona “Mamon” (as riquezas) como sendo senhora de muitos. Ao mancebo de Mateus 19, Jesus ordenou que quebrasse este altar, o que ele recusou por adorar seus bens.

3º) ALTAR DO MUNDANISMO: Em I João 5:19-21, a Bíblia tem um mandamento para nós: “guardai-vos dos ídolos” (v. 21). Estes ídolos que muitas vezes poluem as vidas dos crentes são coisas típicas do mundo que “jaz no Maligno” (v. 19) (ou seja: está morto no Diabo!). São coisas para as quais o Senhor já nos deu entendimento para compreender que não convém a Seus servos (vide v. 20). Este altar é edificado por coisas lascivas, jocosas, imorais, injustas, indignas, nocivas, desvirtuadas, pornográficas, indecorosas, blasfemas…

Para você poder chegar a ser um homem valoroso ou uma mulher valorosa nas mãos do Deus Todo Poderoso é preciso derrubar estes altares e consagrar sua vida a adoração de Deus.

O VARÃO VALOROSO, O ESPÍRITO E O NOVELO DE LÃ

O processo de transformação do homem num “varão valoroso” é longo. A experiência de Gideão, conforme o livro de Juízes, bem mostra isto. No verso 34 do capítulo 6 encontramos o 5º passo: E o Espírito do Senhor apoderou-se de Gideão. Eis alguns textos bíblicos que nos ajudam a entender como e para que o Espírito Santo age nas vidas dos servos de Deus:

a) João 14:12-23. No verso 12, Jesus declara que aquele que crê nEle fará as obras que Ele fez e outras ainda maiores! Observe bem que esta palavra de Jesus é para nós, e não somente para os apóstolos! Nos versos 15 e 16, o Senhor afirma que se O amarmos guardaremos os Seus mandamentos e que, então, Ele enviará o Espírito Santo para estar conosco para sempre! Leia o verso 23 e confirme que o Espírito Santo capacita as pessoas que amam e obedecem a Jesus a serem varões valorosos (Se alguém me amar, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada).

b) João 16:13 e 14. O Espírito Santo guia na verdade e glorifica a Jesus.

c) I Ts 5:19 e Ef 4:30. Há o perigo de se extinguir (apagar o fogo) o Espírito (contra isto é preciso abster-se de toda espécie de mal, I Ts 5:22). O varão valoroso também cumpre Ef 4:30: não entristeçais o Espírito Santo de Deus.

d) O livro de Atos é recheado de exemplos de como o Espírito Santo capacita os crentes no serviço a Deus (1:8, 2:4, 4:31, 6:10, 9:31, etc).

O 6º passo, baseia-se em Jz 6:33-40: Aprender a depender e confiar no Senhor. Era já o 8o. ano consecutivo que os midianitas e seus aliados saqueavam os israelitas e desta feita, no vale de Jezreel, estavam reunidos 120.000 homens (v. 33). A convocação que Gideão fez trouxe 32.000 homens, dos quais 22.000 se reconheceram inaptos de pronto devido à covardia! (7:3). Com a experiência de Gideão em provar a Deus, utilizando-se de um novelo de lã, tiramos algumas lições para nossas vidas:

i.) Que os varões valorosos de Deus são pessoas humildes, que se reconhecem limitadas e incapazes por si mesmos de empreender grandes batalhas. (Além de Gideão, Moisés é outro exemplo, cf. Ex 33:12-17).

ii.) Que Deus conhece nossa fragilidade, ouve nossas orações sinceras e fervorosas e nos ajuda a vencer o medo.

iii.) Que Deus é o maior encorajador do mundo e que, como Pai, não se ofende por ser provado da forma como Gideão o fez: Provai e vede que o Senhor é bom (Sl 34:8). Observe que para encorajar Gideão, Deus o enviou até o arraial dos midianitas, a fim de ouvir o relato de um sonho, para que fossem fortalecidas as suas mãos (7:11).

O HOMEM DE DEUS É UM BOM SOLDADO

No processo de tornar-se um “varão valoroso de Deus” o cristão precisa, como Gideão, alcançar um 7º passo: dispor-se à luta e ao trabalho árduo. Isto será possível a partir do momento em que ele aprender a confiar em Deus. No capítulo 7 de Juízes lemos que o Senhor determinou que Gideão dispensasse 99% do seu exército! (de 32.000 ficaram apenas 300!). Deus queria que Israel reconhecesse que seria Ele a entregar a vitória a seu povo. O apóstolo Paulo escreveu, em II Co 4:7, que na obra de Deus nós somos simples “vasos de barro” e que a “excelência do poder” é de Deus e não nossa. Como homens e mulheres valorosos temos que aprender que as vitórias e conquistas vêm de Deus.

Na galeria dos varões valorosos de Deus não há lugar para covardes, tímidos, omissos, nem acomodados! De pronto o Senhor mandou Gideão dispensar os medrosos da luta (v. 3). Em Deuteronômio 20, temos instruções do Senhor para seu povo em guerra. Eis as palavras que o sacerdote deveria dizer ao povo: Não se amoleça o vosso coração; não temais nem tremais, nem vos aterrorizeis diante deles; pois o Senhor vosso Deus é o que vai convosco (vs. 3 e 4). Deus ainda instruiu os oficiais a falarem ao povo: Qual é o homem medroso e de coração tímido? Vá, e torne para casa, a fim de que o coração de seus irmãos não se derreta com o seu coração (V. 8). Observe os exemplos de confiança no poder do Senhor e coragem para lutar em Davi (I Sm 17:24 e 42-44) e Jônatas (I Sm 14:6 e 14).

Em Levítico 26, nós aprendemos que o medo é conseqüência de desobediência ao Senhor! No verso 12, Deus promete: Andarei no meio de vós, e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo. Entretanto, o Senhor avisa das conseqüências de o seu povo não obedecer a seus mandamentos: Eu lhes meterei pavor no coração nas terras dos seus inimigos; e o ruído de uma folha agitada os porá em fuga; fugirão como quem foge da espada, e cairão sem que ninguém os persiga… (vs. 36 e 37).

O homem de Deus é um soldado corajoso porque o Espírito que está nele não é o espírito de covardia. Em II Tm 1:6-8, o apóstolo Paulo afirma que Deus nos deu o Espírito: de poder, de amor e de moderação. Isto é suficiente para nos capacitar a testemunhar de nosso Senhor corajosamente e a enfrentar toda e qualquer adversidade.

OS LAÇOS QUE O HOMEM DE DEUS PODE TRAZER PARA SI

A história de Gideão tem um epílogo lamentável. Em Juízes 8:27, encontramos que ele compôs um “éfode” (uma estola sacerdotal) e que face a isto “todo o Israel se prostituiu“. O texto ainda acrescenta que “e foi um laço para Gideão e para sua casa“. Gideão foi mais um, dentre vários varões valorosos de Deus, que soube atravessar a prova da adversidade, mas que foi reprovado na prova da prosperidade. Os louvores do sucesso são muito mais ameaçadores para o servo de Deus do que as dificuldades (leia Pv 27:21).

Gideão foi tão bem sucedido que seu povo tentou torná-lo rei (Jz 8:22). Ele recusou, acho que somente da boca para fora, pois chamou um de seus filhos Abimeleque, literalmente “meu pai é um rei” (Jz 8:31). Ele se tornou um homem muito rico e respeitado. Apenas um apelo seu rendeu-lhe 1.700 siclos de ouro (algo entre 16 e 30 kg). O texto ainda descreve o quanto ele lucrou com a vitória sobre os midianitas (8:26). O tal éfode foi construído com estes quilos de ouro que Gideão arrecadou. A Bíblia também relata que ele teve muitas mulheres e que teve mais de 70 filhos homens! Estes são sintomas de que Gideão foi vítima da “síndrome de Lúcifer”. E isto pode ocorrer com qualquer varão valoroso de Deus!

Na lista de qualificações dos pastores, em I Tm 3:6 e 7, encontramos que ele não seja neófico, “para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do diabo” (v. 6) e que não caia “no laço do diabo” (v. 7). A Bíblia tem outros exemplos, além do de Gideão, de pessoas que, face à prosperidade, se ensoberbeceram e caíram em laço. O rei Davi, conforme I Crônicas 21:1, foi induzido por Satanás a cair neste erro. Salomão, que começou tão bem seu reinado, corrompeu-se de forma lastimável (I Reis 11:1-6). Outro rei, Uzias, também caiu neste laço. Conforme II Crônicas 26, buscou ao Senhor e prosperou muito (v. 5); foi “maravilhosamente ajudado e se tornou poderoso” (v. 15); porém, “quando ele se tornou poderoso, o seu coração se exaltou de modo que se corrompeu” (v. 16).

Esta palavra é um alerta para nós, que estamos percorrendo o caminho para nos tornarmos os varões valorosos de Deus. Por vezes, para evitar que um servo seu caia neste laço, Deus utiliza o recurso do “espinho na carne” (II Coríntios 12:7-10). Não obrigue Deus a utilizar este recurso em você.

Fonte: Prega a Palavra 

Minha Fonte: Perfil de Campeão

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: